quinta-feira, 17 de junho de 2010

Eu detesto a Copa do Mundo, e vou explicar o porquê‏

Bem, depois desse título auto-explicativo, creio que não há muito o que se alongar aqui. Tentarei ser breve.

Como disse em meu post anterior, realmente não queria fazer uma postagem sobre a Copa do Mundo. Porém, como eu estava muito afim de escrever outro texto ainda essa semana, e fiquei realmente frustrado com a Copa no dia 15, decidi fazer um breve textinho sobre o assunto.

Não queria escrever sobre o mundial por dois motivos. Primeiramente, porque futebol é um tema delicado, assim como religião e política, e tenho consciência que não possuo uma base instalada de leitores muito grande para me dar ao luxo de criticar algo cuja opinião pública é praticamente uma unanimidade nacional. Segundo, nesta época, todos estão falando sobre isso, e eu simplesmente não queria parecer clichê.

Enfim, vamos lá.

Primeiramente, um dos principais motivos que me fazem detestar a Copa (não digo odiar, pois "odiar" é uma palavra muito forte) é o falso nacionalismo que ela faz brotar em toda a população brasileira. Como vocês já devem ter ouvido ou lido sobre isso em algum outro canto da internet, não há muito o que explicar aqui; basta chegar a época do mundial que toda a nação instantaneamente se une, pinta as ruas com as cores da bandeira, sai assoprando cornetas (QUE FAZEM BARULHOS INFERNAIS, MALDITO SEJA O INFELIZ QUE INVENTOU ESSA VUVUZELA OU SEJA LÁ COMO SE CHAME, ESPERO QUE ELE QUEIME NO INFERNO), soltando fogos, apoiando a seleção brasileira e dizendo aos quatro ventos o quão patriota eles são.

Muito bonito, não? Na verdade, nem tanto assim.

Sinceramente, acho essas atitudes muito frustrantes, e porque não, tristes. Sim, tristes, pois um povo que só sabe se unir e proclama patriotismo de quatro em quatro anos, por causa de um campeonato de um esporte (qualquer que seja), é no mínimo triste. E pior; a Copa acontece, coincidentemente (ou não tão coincidentemente assim), no mesmo ano das eleições à presidência da república.

Não é preciso dizer que, caso a seleção brasileira seja campeã da Copa do Mundo, essa festa só acabará no ano que vem, e o povo não vai conseguir pensar em mais nada além de futebol até lá. Isso significa que a já difícil tarefa de eleger um novo presidente seja feita "de qualquer jeito", fazendo com que o país novamente perca uma oportunidade de crescimento e continue no mesmo buraco que está (buraco esse que é constantemente atacado pelas mesmas pessoas que não estão dando a mínima para as eleições neste momento de "festa").

Voltando a falar do falso patriotismo, é muito fustrante presenciar pessoas dizendo que amam o país, quando nos três anos anteriores (e consequentemente nos próximos três) não fazem mais do que esculachar a pátria da hora que acordam até a hora que vão dormir. Será que aqueles onze homens em campo realmente são pessoas tão importantes assim, para fazê-lo esquecer de todos os inúmeros problemas que o seu país tem? Não se esqueça que de todos os convocados pelo sétimo anão da Branca de Neve, apenas três são jogadores que atualmente jogam no Brasil (sendo um deles apenas temporário). Será que eles são mesmo dignos de tal esforço patriota?

Sem contar que na televisão, principalmente nos telejornais, não se fala de mais nada a não ser o evento esportivo. É como se não acontecessem mais tragédias, os políticos não roubassem mais, e todo e qualquer outro evento não seja merecedor de ser noticiado. Absolutamente nada mais importa, além o futebol.

Acho importante dizer que em momento algum pretendo menosprezar o futebol. Não gosto do esporte, é verdade, mas não tenho uma antipatia maior por ele do que a que sinto pelo Basquete, Golfe, Baseball, Tênis ou qualquer outro esporte. Simplesmente não gosto pois não se encaixam no meu perfil de lazer, porém não tenho nenhum ódio ferrenho por nenhum dos esportes citados.

Agora, é impossível negar que todas as empresas dispensarem os funcionários nos dias de jogos do Brasil é uma palhaçada (na melhor das classificações). Em dia de jogo, as pessoas tem que correr para resolver todos os seus problemas no mínimo três horas antes do início da partida, pois caso contrário, se depararão com portas fechadas em qualquer estabelecimento comercial.

Isso inclui supermercados, farmácias, bancos, e em alguns casos até hospitais.

Simplesmente o país para para assistir uma partida de futebol.

Agora pergunto, existe algum outro país lá fora que faça isso nos dias dos jogos de suas seleções? Sério, eu nunca ouvi falar de nenhum, e sinceramente não tenho a menor vontade de pesquisar o assunto, mas se alguém souber, me informe.

Esse tipo de atitude contribui totalmente para a má imagem que o Brasil tem lá fora, de que aqui somos todos seres descerebrados que não fazem mais nada além de sambar, jogar futebol e prostituirmos mulheres no carnaval.

Sinceramente, eu não vejo outro motivo para aceitar uma situação dessas por causa de um mero jogo de futebol além de uma total falta de responsabilidade e respeito com o resto da nação, pois assim como nem todos gostam da cor vermelha, nem todos gostam de futebol (mesmo que sejam só três pessoas no Brasil, contando comigo). E essas pessoas muitas vezes tem várias coisas para fazer nesses dias, e não estão nem um pouco afim de deixá-las de lado simplesmente porque tem um jogo se passando nesse momento na África do Sul e todas as atenções do país estão voltadas para lá.

E as pessoas que concordam com isso, a meu ver, estão simplesmente pensando "UHUUL, NÃO VOU TER QUE TRABALHAR, VOU FICAR EM CASA DE BOA ASSISTINDO O FUTEBOL E JOGANDO TIBIA E AINDA RECEBER POR ISSO!!"

Nada contra ficar em casa de boa assistindo o futebol ou jogando Tibia, mas fazer isso durante o horário de serviço já é um pouco demais, uma irresponsabilidade se me perguntar.

Bom, como eu sempre digo, eu respeito a opinião e as opções de todo mundo, contanto que estejam felizes assim. Mas exijo um respeito mútuo, pois essa é a minha opinião, e não estou querendo impô-la a ninguém. Simplesmente a estou expressando aqui, e espero sinceramente fazer pelo menos alguém repensar a respeito desse tema, já seria uma atitude digna da minha gratidão e me deixaria muito satisfeito.

Porém, como sei que isso é algo difícil, me contento em receber via comentário as opiniões de vocês, caros leitores, sobre esse tema, mesmo que sejam completamente diferentes da minha.

Antes de encerrar, vou reforçar a ideia e dizer para todos que, por favor, estejam conscientes na hora de escolher quem será o próximo governante do país. Lembrem-se de que nós pagamos impostos absurdos para um governo que dificulta nosso acesso a praticamente tudo, cobrando impostos absurdos em cima de qualquer coisa que venha de fora, seja um filme, um disco, um game ou um computador. Vamos nos esforçar para fazer essa situação do nosso país mudar, pois do jeito que está, apenas continuaremos no mesmo "buraco" eternamente. Poupem um pouco dessa energia que é tão abundante na época da Copa do Mundo para a época das eleições, e para qualquer outra época que tenhamos a oportunidade de melhorar efetivamente nossa nação.

Nossa, falei bonito agora, né?

Enfim, o que me fez ter tanta vontade de escrever sobre isso foi a frustração que o jogo do dia 15 me deu. Como alguns devem saber, dia 15 foi o início da E3, e a conferência da Nintendo foi bem na hora do jogo. Nem preciso dizer que não consegui assistir, certo? Essas cornetas (NOVAMENTE, MALDITO SEJA O INFELIZ QUE CRIOU ISSO, ESPERO QUE O PAI DO ANO O PUNA DE UMA MANEIRA DIGNA DE SEU PECADO TÃO GRAVE) faziam um barulho simplesmente irritante, e não pude ter a concentração necessária para assistir e traduzir o evento ao vivo. Sim, eu sei, é um motivo bobo.

De qualquer forma, falei. Pronto.

See ya!

17 comentários:

Crystal ~ disse...

Eu concordo plenamente com tudo ki cê falou aê. .o. Além de verde e amarelo ser uma das combinações de cores ki eu mais odeio, tá tudo feio agora na rua. ç.ç
A única parte legal da copa é ki o povo de casa fica animado e compra coisas boas pra comer enquanto veem os jogos. :D
Odeio ki o país tenha essa fama com o futebol... e_e E é muito chato pra quem não gosta ter ki aturar isso por toda parte. Até em restaurante eu já tive ki ficar vendo jogo (nem era do Brasil, so deixaram um canal random lá exibindo um jogo sei lá de quem :s)!
E quanto a E3, minha mãe reclamou umas 3 vezes se eu não ia ver o jogo, depois eu passei na sala pra pegar coisas de comer e me infurnei no quarto com o Notebook, aí vi tudo direitim, nem fizeram muita baderna por aqui. *-*
Mas enfim, ótimo texto, Dufim! :3

juliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
juliana disse...

qnto odio no coração :O kkkkkk brinkdeira xD
*Melhor post até agora o/
Concordo com a parte sobre o comercio e que acaba complicando um pouco a vida das pessoas no geral >principalmente aquelas que não se importam com a copa< e inclusive acho uma baixaria em questao eleitoral, ja que toda eleiçao para cargos maiores como o de presidente da república acaba sendo em ano de copa,tirando o foco e tornando um dos itens que mais nos interessam aos brasileiros do que se vamos perder ou nao pra outros times que estao tao horriveis qnto a seleção (sim, eu acho sinceramente que essa copa é diferente,mas...podre ._.), mas em todo caso, como amante do futebol, nao tem só seus pontos ruins. Infelizmente futebol é uma das poucas coisas que unem o povo como alem de mesma pátria uma mesma nação (ok, uma grande maioria..eu mesma nao estou torcendo para o brasil o/), e estranhamente deixa a população no geral mais...animada '-'
Crystal, apoio o seu ponto de vista no qual eh degradante o Brasil ser reconhecido como país do futebol (ou do carnaval, ou da "farra", ou das bundas -aff(Y), ou das mulheres) afinal temos muitos pontos positivos que vao muito alem de um jogo de bola.
Se me perguntarem se sou a favor da copa, respondo que sim com firmeza,mesmo com seus pontos negativos (Y)

Giiiiiiiiiiiiiz disse...

Ahn... Acho que tu exageraste um pouco nesse post, Doo. Deixaste que a raiva pelo futebol te guiasse e teu post saísse menos grandioso do que os outros costumavam ser. Cuide isso das próximas vezes.

Bem, eu também detesto futebol. Sem esforço nenhum eu até consigo entender um jogo, mas gostar e apreciar? Eu realmente não vejo a graça em pessoas correrem atrás de uma bola.
As pessoas vibram por um gol, um simples gol que é somente uma repetição de outros, só que eu situações diferentes. Tudo é igual, o sentimento só está diferente. Acho isso muito tosco.
Um cruel problema é que você não precisa estudar e passar em um vestibular para ser jogador de futebol, o que desmerece esse tipo de profissão, e mesmo assim qualquer idiota, burro, sem capacidade pode ganhar um salário cavalar só por correr atrás de uma bola. Isso é absurdo. Enquanto o resto da população trabalha como um cão para nã ganhar nem 1/4 do que um jogador de futebol ganha.

Nada tenho contra quem gosta de futebol de maneira sadia. Futebol curtido sadiamente, como divertimento apenas, é bom. Mas sei que não é de maneira sadia que o povo curte esse esporte (viu? Esporte, lazer, divertimento e é só isso! Só isso, viu?). O povo, fanático, trata como dever cívico. Até quem não costuma gostar de futebol passa a gostar em época de copa justamente por acreditar ser um dever cívico. Mas não é e nem vai melhorar vida de brasileiro nenhum.

O povo é sem educação, manobrado pela mídia. Acreditam que o grito de "gol" soa como um "socorro" nos ouvidos da elite.
E depois da copa, com a seleção vitoriosa, a carruagem vira abóbora e voltaremos aos problemas de antes, que todos se negaram a resolver.
E sim, o futebol vai acabar com a fome no Brasil. Tá com fome? Come a bola.

Marcelo Silva disse...

Eu não gosto de futebol, nem um pouco. Mas discordo de cada vírgula do que vc escreveu. Ok, talvez não tudo.

Primeiro, com vitória na Copa ou sem vitória na Copa, brasileiro nunca pensou muito pra votar. A maioria vota no partido ou escolhe o candidato que parece mais joinha. Portanto, isso é uma justificativa meio boba.

Depois, eu não sou muito patriota, admito e concordo que pode ser um motivo meio bobo se unir e declarar o amor pelo Brasil só por causa da Copa, mas se fazem isso, qual é o problema? Pelo menos está todo mundo unido. Alias, é o único motivo que me faz acompanhar a Copa e me empolgar. É a única vez que todos se reúnem por um objetivo em comum, sem se importar com quantas Libertadores, estádios e o caralho a quatro cada time tem. O país podia se unir por um motivo mais nobre? É óbvio que podia, mas já que isso não acontece e o máximo que conseguimos é o futebol, pelo menos conseguimos caramba!

Por último, me desculpe, mas não me venha falar que só brasileiro para pra ver jogo. Tudo bem que o exemplo que eu tenho é um jogo que rola no domingo, então não tem dispensa no trabalho, nem nada, mas independente disso, os EUA, veja bem, país de 1ºmundo, todo-poderoso e potência mundial, simplesmente para de funcionar no dia do SuperBowl, a final do campeonato de futebol americano que rola por lá. E nem é algo mundial, é apenas a final do futebol americano. Como prova, só conferir os números de audiência que os jogos conseguem quando são exibidos. Ultrapassam os 90 milhões de espectadores.

Enfim, de tudo isso, só concordo mesmo que é meio hipócrita esquecer que outras coisas acontecem ao redor do mundo e só noticiar coisas relacionadas a Copa nos jornais.

E o fato de que vc só escreveu tudo isso por causa da conferência da E3 já muda muito o tom de protesto revolucionário do texto... sério, é esse o problema? Olha aqui: http://www.youtube.com/watch?v=oQuHDNMdP-E

Pronto.
Brasileiro gosta de futebol, eu não gosto, mas não fico indignado com isso. A maioria é feliz com futebol, eu vi o jogo com Portugal hoje, por exemplo e quando acabou, simplesmente saí e fui no cinema, mal lembro do jogo. Mas há quem passou o dia comemorando a classificação do Brasil.

Só achei que vc foi extremista demais, ok, brasileiro devia se unir e amar o Brasil por outros motivos, mas já que eles não existem, que seja pela Copa. Um dia talvez tenhamos um motivo mais justo.

Matt Harrison disse...

Porra gente, prestem atenção! Leiam com cuidado antes de falar asneiras...

Eu sempre tive essa opinião que eu descrevi no texto, e acredito veemente em tudo isso que eu escrevi.

O problema da E3 não teve nada a ver com o texto, eu simplesmente fiquei irritado com o barulho das cornetas, mais nada. Pelo jeito, vou ter que parar de usar esses pequenos trechos de humor nos textos, já que ninguém tá entendendo direito...

Isso me motivou a escrever sobre a copa SIM, mas não influenciou nem uma gota no texto. Sério, eu fiquei bravo com o barulho das CORNETAS, somei isso com a falta de ideias em relação a outro tema para um texto e pronto, fiz essa coluna.

Não tem nada a ver com a E3, tanto que eu realmente acabei vendo a mesma depois pelo YouTube (óbvio, pois na hora eu deixei de vê-la conscientemente de que eu poderia assistí-la DEPOIS e nada mudaria).

Então galera, sério, antes de achar que eu "ODEIO A COPA PORQUE A VUVUZELA NÃO DEIXOU EU VER A E3, MIMIMIMI", prestem atenção no texto. :/

Enfim.

Marcelo, entendo seu ponto de vista. Realmente, o povo se unir por causa disso é melhor do que nada, mas... Assim como a Giz disse, é só um esporte, um lazer, e não deveria alienar as pessoas do jeito que aliena.

E quanto às pessoas votarem "inconscientemente" nas eleições... Bom, quando foi a última vez que a eleição para presidente não foi feita num ano de copa?

Não estou dizendo que a culpa é da Copa, longe disso pelo amor de Farore, mas é claro que isso tem uma parcela de culpa sim, mesmo que pequena.

Bom gente, é isso. Essa é a MINHA opinião sobre o assunto. Não estou dizendo que ninguém está "errado" por gostar da copa nem nada assim, longe disso, só quis dizer um pouco sobre algo que eu não concordo.

See ya! :*

Caio disse...

Bom quanto a questão governamental do país que é lamentavel e o comercio que para em dia de jogo do Brasil é realmente triste se for pensar bem. Mas futebol é bom =) e eu ja agradeci algumas vezes por ter ficado em casa vendo o jogo, a unica coisa que eu tive que aturar foram as malditas vuvuzelas suahsha

abrax

Marcelo Silva disse...

Peraí, vc disse que se o Brasil ganhar as pessoas esquecem da Eleição. Na última Copa por exemplo, o Brasil foi eliminado nas oitavas, o povo chiou até o final da Copa, aí praticamente esqueceram que aconteceu.

Mesmo que não tivesse Copa, duvido que a população ia se concentrar um ano inteiro para pesquisar e fazer um voto consciente. Sério, a maioria esmagadora acha um martírio ter que votar e só faz porque é obrigatório. Alias, pq vc acha que no Brasil é obrigatório? É triste sim, mas ninguém liga pra isso.

E já que o problema é presidente, as eleições para prefeito e vereador não ocorrem em ano de Copa e os brasileiros se importam tanto com elas quanto se importam com as da presidência. Repetindo, as pessoas votam por partido, pq acharam o candidato bacanão ou pq ouviram que tal candidato é tal coisa e não confia mais nele. Sad but true.

O paragrafo da E3 era um trecho de humor? Ahh... tá.

...

Red disse...

Acho que todos concordamos que, ao menos 70% do Brasil, torce para a seleção verde e amarelo pelo puro e simples fato de não ter de trabalhar/ir a aula. Ao menos eu sou assim. Sinceramente, posso ter nascido no Brasil e tal, mas minha pátria é Portugal. Não sei porque, mas estou torcendo por eles. Tenho uma camisa do Flamengo, que só uso para dormir ou, raramente saio com ela, não por torcer para esse time, mas sim por ela ser confortável.

Odeio futebol e sempre o odiarei. '-'

karol disse...

Então eu discordo em alguns pontos, como o falso patriotismo, ou o patriotismo 'temporário', eu acho isso uma coisa até que bacana, pois pelo menos uma vez a cada quatro anos gostamos de algo em nosso país, bem pelos menos a grande maioria; e nós sabemos que podemos nos orgulhar de poucas coisas na nossa nação. E como já foi dito ali em cima, sobre o voto nao muda muita coisa, pois a maioria dos brasileiros nunca pensam mesmo antes de votar, então a copa é pelo menos uma justificativa, e é até melhor porque ai eles esquecem de botar a culpa no governo sobre alguma coisa, se o Brasil for campeão hahaha. Enfim, eu adoro futebol, aprecio futebol, neste ano nao o futebol da seleção brasileira porque está um lixo, mais aprecio o bom futebol, e particularmente gosto da copa do mundo; mas acho uma palhaçada os comercios e empresas pararem por isso, pois nao é uma coisa que seja necessaria, porque as pessoas assistindo ou nao o resultado vai ser o mesmo! mas, como todo brasileiro que odeia trablhar e adora coisas que exijam pouco raciocinio, a nação como todos podem perceber esta em festa, assim como na Africa que eles nao tem nem comida e compram vuvuzelas, e vao aos estadios, Bem vindo ao mundo dos alienados, aonde um Gol pode matar a fome de toda uma nação, 'pão e circo' essa é a politica que comanda, então é tudo muito clichê esse assunto e as discussões vão ser sempre as mesmas e como a minha e de todas as outras pessoas vao ser sempre as mesmas! e ah, achei um pouco tanto quanto nerd alguns angulos seus sobre a copa, maaas respeito total, pois é seu blog só to comentando hahaha, to adorando seu blog, só isso e fim.
Ps. Argentina vai ser campeã, fato.

Diego disse...

Bom, sou obrigado a discordar com quase tudo o que vc falou e concordar com o Marcelo. E como aprendiz de psicólogo, eu tenho que te diser isso: Cara, não existe isso de falso patriotismo ou patriostismo temporário, ou a pessoa é ou não é patriota. O fato é que o povo sente ORGULHO da nossa seleção e todo mundo sabe que é uma seleção extremamente COMPETENTE e que são sim os MELHORES DO MUNDO. Bem, junte isso ao fato de sermos o país do futebol e as pessoas já ficam loucas. E sabe por quê? Porque essa é uma excelente oportunidade de mostrar para o mundo todo o nosso PODER, a nossa FORÇA e finalmente provar para todos que somos nós os mandantes no futebol. além disso, é realçado o a índole competitivad entro de cada um. Ora, se somos nós o MELHOR país do mundo em um esporte que é tradicionalíssimo desde metade do século XX aqui, então vamos torcer, vamos empurrar, vamos apoiá-los. Sabe, as pessoas perdem mto nas suas vidas e estão comumente chateadas com o mundo a sua volta. Portanto, o futebol é uma válvula de escape para todos, pois é um momento em que todos ficam UNIDOS e param para torcer por um mesmo objetivo em comum, pois sabem que o título do mundial é algo que pode se acontecer, é um momento festivo, é uma oportunidade de mostrar para o mundo oq o Brasil tem de melhor. E isso é patriotismo.

Blog do Pingua disse...

Bom da minha parte pelo menos eu gosto da Copa do Mundo acho um evento muito bacana e que deve ser tratado com um evento de importancia sim

Concordo que as vezes chega a ser um evento super valorizado, e que as pessoas aqui esquecem da vida em epoca de Copa

e essa vuvuzela é uma coisa do satanas mesmo que o puto que criou essa merda apánhe que nem um condenado

Luuis disse...

A única parte que concordo é com relação as vuvuzelas, não existe uma palavra pra definir o estado de raiva que elas me deixam, enfim..

As pessoas sempre foram "whatever" pra eleições, o povo tá cagando e andando se é pra presidente, prefeito, ou o que seja, o que eles querem é se livrar de mais esse compromisso e ir pra casa. A Copa do mundo é sim um evento que deve ser festejado pelo brasileiro, pois como o Diego disse, a nossa seleção é a melhor do mundo, ou seja, vamos torcer, vamos apoiar, mesmo que seja um "falso patriotismo" como voce diz (o que eu disco digasse de passagem)é algo que o nosso páis tem realmente a chance de ganhar. o brasileiro já é louco por futebol por natureza, em época de copa então. A combinação copa do mundo + festa todo dia + seleção brasileira tem me entretido bastante nas últimas semanas (não só eu como quase um país inteiro)

Cada um tem sua opinião, mas, sei lá.. condenar um evento desse porte, simplesmente por causa da E3, ou vuvuzelas, ou eleições, não vira pra mim, isso soa como uma manifestação de uma pessoa que não gosta de futebol e quer que o brasil inteiro compartilhe da mesma opinião que ela (me desculpe, mas eu interpretei assim)

Independente de quem gosta ou não de futebol, não sejamos ignorantes, a copa do mundo é um evento a nível MUNDIAL, por tanto, o país vencedor adquire prestígio ao vence-lá, ou alguém discorda que após o Brasil ter ganho o título de 2002 o nosso país cresceu? e o memso aconteceu com a França em 98 que vinha passando por crises, por essas e outras que a copa talvez não seja um evento tão inútil assim e dever ser valorizada, te seu lado negativo óbvio, como baderna do povo, exagero por algumas partes, etc, mas, o povo se une? o povo fica em clima de festa? esquecemos as rivalidades por um mês? Então vamos festejar ora bolas.

Matt Harrison disse...

"isso soa como uma manifestação de uma pessoa que não gosta de futebol e quer que o brasil inteiro compartilhe da mesma opinião que ela"

Se foi isso que você entendeu, vou pedir que releia o post inteiro de novo e os comentários.

Em TODOS os momentos eu fiz questão de deixar muito claro de que essa é a MINHA opinião, e acima de tudo, respeito a opinião dos outros, mesmo discordando, e exijo que respeitem as minhas.

Em momento algum eu impus minha opinião como verdade absoluta, tratei-a apenas como o que ela é, uma simples opinião.

E é exatamente por eu ter uma opinião muito diferente da maioria da população brasileira que eu relutei muito em postar uma coluna sobre isso.

Novamente, me chateia muito o fato de eu respeitar a opinião de todos, mesmo discordando completamente, e não obter esse respeito de volta.

Coloquem na cabeça de vocês que nem todos gostam da cor vermelha, e não devemos tentar obrigá-las a gostar dessa coloração, e sim respeitar sua preferência pelo azul.

Bom, é isso. Eu não gosto da copa, mas sei que 99% da população gosta. Não sou idiota de tentar mudar a opinião dos outros, principalmente porque eu não sou ninguém pra fazer isso e sei que não conseguiria mudar a opinião de ninguém. Por sorte, esse não é meu objetivo, nem na vida e muito menos com esse texto.

Meu objetivo com esse artigo é simplesmente EXPOR (e não IMPOR) a minha opinião. Se vocês discordam, tudo bem, não há problema nenhum. Agora, por favor, tenham a mente aberta o suficiente para pelo menos respeitar quem pensa diferente...

É o mesmo tópico que eu levantei no meu texto sobre Video Games X Religião que eu postei no PowerUp.

Qualquer dia eu trago ele pra cá.

Caique G. disse...

Eu curto futebol, curto a copa do mundo.

Quanto ao fato do "falso-patriotismo" é normal. Todo mundo fala que a politica no Brasil é uma merda, mas ninguem faz nada pra mudar.

Acho que o futebol é o esporte mais praticavel entre amigos, ninguem pratica ates marciais com amigos nos finais de semana, (só eu e o Godiles, AIHOSIHOIHOA).

Uma coisa que tenho de concordar sobre ESSA copa, são as Vuvuzelas, mais isso vem de uma questao de cultura, pelo menos essa merda nao vai ser para sempre (espero, se não, estamos fudidos), até por que a copa é na Africa... ja era de se esperar uma MERDA tao grande como essa.

Vuvuzela é igual punheta, só é legal pra quem toca.

Matt Harrison disse...

O que mais me irrita é que TODO MUNDO só diz que tem "ORGULHO DE SER BRASILEIRO" em época de Copa...

Se isso não é falso patriotismo, eu não sei o que é.

Pra mim, patriota de verdade tem orgulho de ser brasileiro todo dia, e não só quando a seleção tá jogando futebol.

E de boa, dizer que "não é assim" é pura hipocrisia.

Anônimo disse...

Então, gostei muito do seu post, é a sua opinião afinal, graças a Deus as pessoas são diferentes e pensam diferente. Você tem razão quando citou que as pessoas só pensam na Copa, apesar de ter assuntos mais importantes, como as eleições. Maaas, sou amante do futebol :D , mas mesmo assim, você tá escrevendo bem!
Bjs, Daya