sexta-feira, 7 de maio de 2010

Por que os Beatles nunca saem de moda?



Finalmente, estou escrevendo o primeiro post deste blog.

AEEEEE!!!!

Enfim, depois de pensar muito sobre o que escrever, decidi fazer um post sobre os Beatles. Sim, pois caso você ainda não tenha percebido, sou um grande fã da banda.

Aliás, se ainda não tinha percebido, você acaba de ganhar o prêmio de pessoa mais desatenta do mundo, pois tem o fato de que esta pessoa na minha imagem de exibição do Blogger é o George Harrison (não, não sou eu, e sim, já vieram me perguntar se era eu), além de que o próprio blog é nomeado por uma tradução de uma música deles, de 1967, chamada “The Fool On The Hill”. Aliás, sinceramente, alguém se sentiu surpreso por entrar no MEU blog e se deparar com um artigo sobre os Beatles, logo para estrear?

Ok ok, desculpem, fugi do tema um pouco. De qualquer maneira, escolhi tratar deste assunto pois é algo que sempre me chamou a atenção. Digo, por que diabos uma banda que já acabou há quarenta anos ainda faz um enorme sucesso (inclusive entre o público jovem) e ainda consegue emplacar remasterizações de seus LPs nas listas de discos mais vendidos pelo mundo afora?

Bem, vamos descobrir!



Como eu sei que a maioria dos freqüentadores deste blog não são fãs dos Beatles (e, consequentemente, não conhecem sua trajetória), vou resumir um pouco da história do quarteto para que vocês entendam um pouco como surgiu essa banda, porque fizeram tanto sucesso em sua época e como conseguiram conquistar fãs por todo o mundo para enfim podermos analisar e entender o motivo do quarteto continuar conquistando novos fãs e fazendo esse sucesso estrondoso até os dias de hoje.

Bom, começaremos do princípio então.

Uma coisa que percebi, depois de ler vários livros e assistir alguns documentários sobre o assunto, é que um fator crucial para o sucesso dos Beatles na década de 60 foi a sorte. Sim, a sorte, pois o quarteto apareceu num momento muito apropriado. Naquele momento, a Inglaterra como um todo sofria de uma "carência de ídolos". Não havia ninguém que servisse de bom exemplo para a juventude em geral.

Ah, é bom lembrar de que por "ídolos", me refiro a artistas que se tornam ícones populares, sejam atores, músicos, etc.

Continuando, a Inglaterra não possuía ninguém deste tipo de quem pudesse realmente se orgulhar. Some essa carência da sociedade com quatro figuras que mostram a representação da idealização dos "bons rapazes" e BOOOM, você tem um sucesso imediato.

Os Beatles se diferenciavam dos outros grupos musicais jovens da época devido ao seu bom humor, trajes refinados, e, principalmente, o tema de suas músicas. As letras das canções do grupo (em sua primeira fase principalmente) tratavam todas de amor, mas sem uma conotação sexual como já estava virando costume no cenário fonográfico. Em suas letras, eles expressavam um amor inocente, bem romântico, quase como jovial. Isso os tornava atraentes tanto para os jovens, que se identificavam com as músicas, quanto para os pais, que não viam ali "ameaças" para seus filhos. Resumindo, os Beatles representavam o jovem ideal da época, aquele que todos os garotos querem ser, todas as garotas querem namorar, e nenhum pai se importa com isso.



Tanto que, hoje em dia, é impossível pensar nos anos 60 sem se lembrar dos cabelos arrumadinhos e das canções agitadas.

Indo um pouco mais além, essas músicas animadas representavam todo o sentimento da sociedade inglesa (não só inglesa, mas mundial) da época, que até o ano de 1965 viveu com um sentimento de alegria quase inocente, e o quarteto refletia bem esses sentimentos.

Sendo assim, já podemos entender porque os Beatles se tornaram um sucesso imediato na época em que viveram. Quatro rapazes talentosos, de boa aparência e alto carisma.

Mas... por que este sucesso se mantém até hoje? Digo, eles não aparentam ter nada de especial, são apenas "quatro caras feios com um talento moderado", por que não foram apenas uma moda passageira?



Na opinião deste que vos escreve, um dos fatores mais importantes para que isso acontecesse foi a constante mutação da banda. Digo, desde o começo, o estilo musical do quarteto estava sempre mudando, mesmo que pouco, de um disco para o outro. Obviamente, por se tratar da mesma banda, é impossível não estabelecermos relação entre músicas da “primeira fase” com faixas da “última fase” da banda.

Claro que é óbvio que algumas músicas possuem um abismo enorme de diferenças de estilo entre elas, como por exemplo, “She Loves You” e “Let It Be”. Outras, como “I’ve Just Seen A Face” e “Rocky Raccoon” trazem mais semelhanças entre si, mas o aprimoramento do grupo ainda é notável.


É importante notarmos que, analisando os discos, podemos perceber que o grupo se desenvolve muito, musicalmente falando. O som é constantemente aprimorado, com vários efeitos sonoros diferentes e até mesmo inusitados, como o barulho de uma turbina no início de “Back To The U.S.S.R.” ou o som de diversos animais em “Good Morning”.

Basicamente, podemos dizer que os Beatles começaram como uma banda que tocava um Rock simples, passaram por uma banda de Rock experimental (psicodélico) até por fim se tornarem uma banda de Rock N’ Roll puro, e essas mudanças se refletem até mesmo no visual do Fab Four. Na verdade, é difícil designarmos um gênero musical específico para os Beatles, pois eles possuem músicas de diversos estilos, como Folk, Country, Rock, entre outros.



Sendo assim, creio que eles sejam merecedores do título de “Banda mais eclética de todos os tempos”. Sério, eles têm músicas que agradam a todos os tipos de ouvidos, desde a pesada “Helter Skelter” à calma “Yesterday”, passando pela dançante “Twist and Shout” e a psicodélica “Lucy In The Sky With Diamonds”.

Além dessa característica eclética, temos o fato de que as músicas da banda (principalmente as da última fase) são totalmente atemporais. Digo, não são temas que se restringem única e exclusivamente à época em que foram compostas, mas continuam valendo até hoje, principalmente depois das versões de remasterizadas lançadas em setembro do ano passado.

Como se isso tudo ainda não bastasse, temos todo o marketing feito em cima da banda. E não me refiro exclusivamente ao marketing oficial, como produtos e revistas da época. Me refiro a filmes, jogos, e até mesmo a lendas urbanas como a da morte de Paul ou de mensagens subliminares. Sim, pois a lenda de que Paul McCartney estaria morto surgiu em meados de 1965, mas continua circulando a Internet até hoje.

Com tudo isso em jogo, a única conclusão que consigo chegar é que os Beatles nunca saem de moda porque nós não deixamos. Estamos sempre apresentando a banda para algum parente ou amigo que ainda não conhece, e estamos sempre vendo novos produtos, notícias, especiais de TV e etc. sobre eles a todo momento, e somando isso à fama que, convenhamos, os precede (sim, pois todos os “Tops” de banda que qualquer infeliz decida fazer, é encabeçado pelo quarteto de Liverpool), não é de se estranhar que cada vez mais e mais jovens se sintam curiosos em conhecer a tal da “Melhor Banda de Todos os Tempos”, a banda responsável pelo “Melhor Álbum de Todos os Tempos” ou simplesmente “A Banda que toca aquela música legal que eu ouvi na festa da minha tia”.

Bom pessoal, por hora é isso. Desculpem se eu acabei me alongando muito nesse texto, mas como quem me conhece sabe, eu sempre me empolgo quando falo sobre alguma coisa que eu gosto. E, acreditem, eu gosto MUITO de Beatles.

See ya!

35 comentários:

Mike- disse...

bom... pra comessa,otimo texto e nada do q ta ai dexa de ser um FATO.todo modo de pensar,respeito aos outros,tudo dentro disso n escapa das frases sabias do lennon,isso é,80% do mundo acabou pensando da mesma forma que ele sobre tudo."na primera fase,do plese plese me,as musicas são simplis,isso n tem nem oq falar" essas foram as frases do meu avô oO mas horas,se era tão simples,por que ninguem fez isso antes?se era uma moda passageira,por que depois de anos sem shows,quando eles sobem no abbey road, londres para pra ver aquilo? o que eu posso falar disso é:eles não param com sucesso por que eles mudaram o pensamento das pessoas da epoca,que pasaram pros seus filhos,para seus netos,bisnetos, e isso nunca vai parar.todos temos um pouco da influencia desses 4.

TDiego. Oliver disse...

Desculpa cara, mas não acho Beatles atemporal e nem que está na moda, principalmente com o público jovem, que em sua maior parte é só eletronica,funk, emo, black pop e pagode!

Com todo respeito, mas se beatles fosse uma banda que tivesse surgido nos dias de hoje, acho q não teriam feito tanto sucesso qto na década de 60. Mas é apenas a minha opinião, acho que seria mto melhor se a grande moda de hoje fosse rock n' roll tipo beatles ao invés de tanta porcaria que se ouve nas rádios.

Luuis Ordonio disse...

Bom, Beatles foi uma banda que marcou a história, isso é fato, porém, não concordo que continua na moda, hoje em dia os fãs existentes de Beatles são, em sua grande maioria, pessoas de mais idade. Concordo com o Diego, não considero Beatles uma banda lá muito boa, os músicos tbem não fazem parte dos melhores que já ouvi, deixam a desejar pra uma banda que marcou época, penso, que uma banda foda, deve ter musicos muuito fodas.Foi o que o diego disse, nos dias de hoje, não duraria muito, por isso não considero eles o santo Graal da música, mais veja bem, tudo isso é MINHA opinião e MEU gosto, respeito totalmente o seu gosto por eles, cada um ouve o que quer.

Quanto ao texto, parabéns, muito bem escrito :)

Matt Harrison disse...

O que realmente pega com Beatles não é o fato deles serem talentosos ou não.

O que os faz tão fodas é o pioneirismo que eles trouxeram.

Acreditem, não existiria o Metallica que vocês tanto idolatram sem os Beatles.

E o Metallica foi só pra citar um exemplo, porque praticamente nada no cenário musical atual existiria sem os Beatles.

Fala sério, foram eles que fixaram o esquema básico de guitarra-guitarra-baixo-bateria!

MAs não vou ficar falando disso, porque é coisa pra outro artigo e não, não vai ser o próximo.

Crystal ~ disse...

Ah, eu ouço algumas músicas e aprendi a gostar por causa do Dufim mesmo... Obrigada. :D q
Mas assim, bem legal o texto, você realmente se empolga e isso ki dá charme pro ki você escreve, dá pra perceber ki você se empenha pra passar a sua opinião nostálgica pra quem lê, adoro isso. xD
Enfim, continue assim e não me esqueça quando for um jornalista rico! o_ó

TDiego. Oliver disse...

"Acreditem, não existiria o Metallica que vocês tanto idolatram sem os Beatles."

cara desculpa, mas essa não tem nada a ver.

Nenhuma banda de hard rock ou metal se baseiaria nos Beatles e isso eu sei do que eu to falando. Um bando de adolescentes rebeldes e cheio de espinhas ao inciarem uma banda que no futuro seria parte do hall of fame do rock and roll jamais pensaria em beatles.(caso da graaande maioria das bandas de hard rock e heavy metal)

As grandes bases do mundo do rock foram bandas como: Black Sabbath, led Zeppelin, Pink Floyd e Deep Purple. Beatles não, na moral.

Se vc gosta de Beatles e gosta de falar deles, tudo bem. Mas se vc quiser falar de rock, eu sugiro deixar Beatles de lado, Procure conhecer essas bandas que eu citei, pq elas sim são as verdadeiras influencias da graaande maioria das bandas. O rock veio do blues, que é um estilo que surgiu muito antes dos Beatles. O pioneiro do rock n' roll foi Elvis Presley e depois dele, a banda responsável por criar o estilo de rock rock mesmo, foi o led Zeppelin e não o Beatles. Vc pode perguntar para qualquer baterista famoso, que todos vão lhe dizer que a influência principal foi de John Bonham. Inclusive para mim, Beatles é uma banda mutio mais pop do que rock e sim, eles foram revolucionarios. Mas isso na década que surgiram, em 60. O solo de guitarra como conehcemos veio do blues antigo que desde a década de 20 já fazia sucesso. Depois foi idealizado por Led Zeppelin que foi a grande banda de rock de todos os tempos, criadora de estilo e inovadora do mundo do rock.

TDiego. Oliver disse...

Ah, e só um toque cara: Vc escrever sobre o Beatles no seu blog eu acho bem legal mesmo, sério, de verdade. Mas não pense em entrar no cenário do rock e vir falar bem e defender os Beatles, porque senão vc será muito bombardeado, vai por mim. E acredite, muitos dos rockeiros não são tão educados...

Matt Harrison disse...

Isso se chama influência indireta.

Eles podem não se inspirar nos Beatles, mas uma das inspirações deles com certeza se inspiram.

Ou as inspirações das inspirações...

Enfim, indiretamente, os Beatles abriram um leque de estilos musicais diferentes, que só apareceram DEPOIS deles.

De qualquer maneira, chega de falar disso, não é sobre isso que o post trata e essa discussão não vai dar em nada, porque ninguém vai mudar a opinião de ninguém ou coisa do tipo.

Mike- disse...

para vc diego,rockeiro q eh rockeiro ama beatles,eu,cabelo ate o ombro fã de iron maiden e metallica,defendo esse futuro grande jornalista.o metallica,q eh minha banda favorita (tarado por sinal,23974y2364 dvds,cds,discos,bonecos,camizas,bandeiras)n tem muito ave com os beatles,mais hora, 2 guitarristas,1 batera e 1 baixista,foi os beatles q comesso com isso e todos perceberam q da muito certo!e pf,qm n fala bem dos beatles eh pq n sabe a historia deles real,pf,de uma pesquisada ;)
METALLICA FOREVER \O/

Marcelo Silva disse...

(Que conste que estou ouvindo White Album no momento que escrevo esse coment)

Dito isso, acho que todo mundo aqui disse mais ou menos o que eu penso. Sim, eu concordo em partes com ambos argumentos, a favor e "contra" (nem tão contra assim) dos Beatles. Sempre pensei que não importa se vc gosta de metal, pop rock, punk, whatever, se gosta de rock e entende um minimo de música, dizer que os Beatles não foram uma das bandas mais importantes da história é assinar atestado de ignorância.

Mas, apesar de até gostar da banda (não canso de ouvir Help! ou A Hard Day's Night) e adorar algumas músicas em especial, não acho a melhor banda da história e etc. etc. O som é ruim? De jeito nenhum, bem longe disso alias. Mas daí a falar que é a melhor all-time já é outra coisa.

E é meio esquisito afirmar que Beatles nunca saiu de moda. Por um lado, se pensarmos bem é até verdade, afinal, músicas como "Twist and Shout", "Hey Jude" ou "Hard Day's Night" são meio atemporais, sempre são tocadas ou servem de referência em filmes, séries ou mesmo livros. Por outro, quantas pessoas por aí gostam MESMO de Beatles hoje em dia? Sem contar quem viveu na época da banda, óbvio. Algo pra se pensar.

Enfim, ia falar pra atentar no tamanho dos textos (eu li, mas o povo na net não tem mta paciencia, só uma dica), mas meu comentário ficou quase do mesmo tamanho, hehehehe...

Godiles disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Godiles disse...

texto legal...

ps: sou um infeliz qualquer e se fosse fazer um top 10 de bandas ou albuns Beatles não estaria presente nela...

[=

ps: sobre as influencias que o cara falou...cara dezenas de bandas de metal/hard rock forma influenciadas pelos Beatles e isso é um fato...um dos maiores exemplos disso hoje é o Dream Theater [= (poderia citar mais algumas mas estou com preguiça e ja deu pra intender) ...

Matt Harrison disse...

Os Beatles não são a melhor banda da história. Isso ninguém pode dizer, porque é questão de opinião.

Digo, pode até ser a melhor para MIM (e é), mas para outra pessoa, nem de longe.

O que eu costumo dizer é que os Beatles são a MAIOR banda da história, não a melhor. Tem uma diferença enorme aí.

Como eu disse, é questão de gosto. Os tops geralmente refletem a opinião de MAIOR banda, não de melhor.

Pelo menos é o que eu acho...

Ah Marcelo, existem MUITAS, MUUUUITAS pessoas que adoram Beatles hoje em dia ainda. Quem foi comigo na apresentação de covers que teve no Teatro Municipal de Osasco viu, tinha bastante jovem.

Creio que isso se dê por conta do jogo, ajudou muito para popularizar a banda novamente.

Luuis Ordonio disse...

Beatles foi sim uma banda importante pra história, isso é fato, porém, dizer que Metallica não existira sem eles, acho meio fanatismo. Quando pensamos em rock, ou derivados, pensamos em Led Zeppelin, deep purple ou derivados, ou, se voce realmente quer buscar uma referencia, falemos de elvis então, ou então vamos mais além, o Jazz, que surgiu nos anos 20-30, então talvez para outros estilos beatles foi uma mega influencia, agora dizer que Metallica, Iron e outras bandas não existiriam sem beatles, por favor né, concordo que alguma influencia teve sim, afinal, todas as bandas que surgiram nessa época influenciaram as outras de alguma maneira. Beatles na minha opinião teve uma influencia mínima em estilos como, hard rock, metal e derivados, talvez quase nenhuma, as maiores influencias são as que eu citei acima e mais algumas outras que não me recordo agora.

Blog do Pingua disse...

belissimo artigo

adoro Beatles, e a importancia deles pra musica não tem fronteiras, só no aguardo pra vir Paul Mccartney no Brasil

aproveitando vou linkar seu blog

se quiser link o meu tbm

abraços

Hitsu disse...

Boa matéria, só não acho que Beatles seja tão popular assim com a galera nova como foi dito, na minha opinião, e não colocaria no meu top 10 porque não gosto muito... D:

E... bom, senão tivesse visto o Dufim antes, também pensaria que o cara da foto dele era ele mesmo. >D

Mas o texto ficou bom, e até ouvi umas músicas de curiosidade. *w*

Kimi disse...

Acredito que no caso de hard rock/heavy metal Led Zeppelin, Dee Purple e até mesmo Iron(nunca vi um metal tão limpo que nem o deles, apenas parecidos) são muito mais influentes do q Beatles...Até Rolling Stones influenciaram uma porrada de coisa. Isso é relativo. Beatles foi extremamente importante pra história da música. Mas pq tbm esquecem de Jimi Hendriz? O Mulher que eu sempre esqueço o nome u.u', até mesmo Bob Dylan? Se formos olhar, tem muitos nomes por aí, que fizeram história e revolucionaram a música. Não somente Beatles.

Matt Harrison disse...

Não somente os Beatles, mas principalmente eles sim.

Vocês assistem videoclipes, certo? Sabem qual foi a primeira banda que comecou a EFETIVAMENTE utilizar videoclipes?

Pois é.

Osni disse...

Bom, legal mesmo o post! Não tenho muito o que comentar sobre q

Mas o que interessa é que o post ficou legal!

“A Banda que toca aquela música legal que eu ouvi na festa da minha tia”

IOWHEIOWAUE Bem dessa.

Kimi disse...

Beatles foi indiscutivelmente importante para a música, isso ninguém pode negar. Mas eles não foram os únicos. Os principais? Como eu disse, é relativo.

GustavoFun disse...

Acho que a maior razão do grande raio de influências dos Beatles foi a diversidade dos estilos das músicas. Em menos de 10 anos, eles mudaram 918237618237 vezes de estilo, desde Please Please Me, até Let it Be, passando por Help, Revolver, Abbey Road, Sgt. Peppers, Album Branco, Magical Mystery Tour... ou seja, é muita coisa, e se você não se identificar com nenhuma música... bem, você deve ser um funkeiro, axézeiro [?] ou qualquer merda que o valha.

Luis Silva disse...

Enfim, por onde hei-de começar… Eu respeito todos os gostos musicais, alias, eu proprio não me consigo colar a um género especifico, gosto de imensa coisa de diversificados géneros e acho que tenho cultura musical suficiente para dizer o que vou dizer. Contam-se pelos dedos aqueles que tem o prodigioso poder de mudar o mundo, influenciar milhões, nações, tocar nos mais ínfimos cantos da alma de cada um de nós, poucos foram dotados deste poder, os Beatles usaram cada grama desse poder. Desde a serena melodia da “Yesterday”, navegando pelo maravilhoso mundo psicodélico transcrito na “Lucy in the sky with Diamonds” e terminando numa das principais características dos Beatles, a genialidade, que colide com a inovação e com as extraórdinarias sonoridades, criando um vortex musical sem rival, que absorve tudo o que se intitula como música. Sim Lennon tinha razão quando o disse” Neste momento somos mais populares que Jesus Cristo” e nessa altura a popularidade ganhava-se pelo valor e não pelo menor número de roupas que se traz, os Beatles foram os fundadores de tudo o que ouvimos, eles pensaram, imaginaram, criaram, conquistaram o título de melhor banda de sempre e bem merecido, nenhuma outra banda criou o que eles criaram em condições sequer comuns quanto mais proporcionais. Tomando o exemplo do “White Album”, lá podemos encontrar desde punk, heavy metal, a musica de protesto social e a conceptual de uma vez só. Respectivamente “Why don’t we do it in the road”, “Helter Skelter”, “Piggies” e “Revolution 9”. E sim fico me pelo “White Album”, o “Revolver” e o “Sgt. Peppers Lonely Heart Club Band” era demais para isto. E sim, por muito que custe eles influenciaram os Metallica (peguei neles, porque falaram neles em comentários passados, não por odio proprio porque eu até gosto deles). Não é preciso eu ouvir Beatles para ser influenciado por eles, já alguem ouviu falar em efeito dominó, efeito indirecto? Senão ouviu que me diga que eu explico e relaciono. A “Tomorrow Never Knows” para quem não sabe é considerada o inicio da electrónica e a musica mais influente do mesmo género, o que se nota facilmente.Eles fizeram o primeiro videoclip, eles foram inovadores no estilo, nas capas de albuns, nos filmes (falem me da argumentação do Yellow Submarine, o que parece um simples desenho animado para crianças, é tao mais). É verdade que eles tiveram um grande empurrão em termos de popularidade, mas em termos de qualidade, que no fundo é o que me interessa já que é para eu ouvir e não para fazer amigos e juntar me a clubes. E agora pergunto-vos: Será que poderíamos viver sem os Beatles? Poder podíamos, mas não seria a mesma coisa… [e fico me por aqui porque até estou bem disposto]

GOODNIGHT

Luis Silva disse...

Quanto À popularidade deles agora, sim diminuiu e por um lado ainda bem, nao gostava nada de ver alguem a ouvir Cascada e Beatles (ODEIO CASCADA). O gosto musical dos dias modernos piorou, quem nasce deve nascer com uma mutação qualquer, uma delecção de algum gene que processe boa musica sei la mas pronto, tal como disse prefiro assim, so nao admito que os tratem mal, porque nem o merecem, nem tem razoes validas para isso.



Ah gostei do blog:D ainda nao vi o resto mas vou ver agora, deste post claro que adorei
BEATLES!:)

Boa continuaçao!abraço!

Vampire Diaries CW disse...

Para vocês que disseram que Beatles não é moda e que o público jovem não curte eles. Quero que saiba que não todos os adolescentes que ouvem funk, pagode, samba etc.. Eu sou adolescente e sou super fã de Beatles! E conheço muitos outros que são.
E sim Beatles com certeza e moda. Todos esses cantores famosos ja deram um depoimento que se inspiraram em Beatles. E claro as bandas de rock quue disseram isso. E não Justin Bieber.
Porque, além do mais nos shows do Paul McCartney no Brasil o que mais tinham eram jovens. me desculpa as pessoas que não tem cultura e não sabem disso.

Felipe Maia disse...

Os Beatles se confundem com a história do Rock. Não dá pra falar sobre o gênero sem lembrar da banda pelos motivos já citados no texto. Eu não diria que eles estão na moda, mas todo mundo sempre os ouvirá pela simples curiosidade de conhecer um dos grupos mais importantes da história da música.

Julia disse...

Metallica pode não ter se inspirado em Beatles, mas sabe-se que a primeira musica de hard rock/ heavy metal foi deles, então eles meio que devem "agradecer" à banda por isso.
E fala sério Diego, "mas se vc quiser falar de rock, eu sugiro deixar Beatles de lado". (??????) Cara, qual teu problema? Não tem como dizer que Beatles não é rock. Se não for rock é o que? Lambada gótica? Porque não é simplesmente pop, na verdade nem dá pra classificar, porque como o Matheus disse, a banda é bastante eclética. E eles são dos primórdios da história do rock, não tem como querer falar sério de rock sem mencioná-los. E outra coisa, a grande maioria das BOAS bandas tiram suas influências dos Beatles, dá pra negar isso?
"E acredite, muitos dos rockeiros não são tão educados." Sério? Achei que você viesse trazer chá e biscoitos pra discutir sobre o assunto. Velho, tanto faz se você curte ou não, se não minorizar a banda, beleza.
Quanto a estar na moda ou não, Beatles não tá BEEEEM na moda porque grande parte da população jovem brasileira não tem cérebro, DIGO, bom gosto. Sinceramente, isso não dá pra negar, porque só o que a gente vê é adolescentezinho gritando por bandinha de happy rock, por cantora de pop que usa o corpo pra fazer sucesso sem precisar de talento e pelo diabo à quatro (nenhum deles presta mesmo). Agora é que Beatles tá ficando um pouco mais na moda, por causa do Tumblr e dessas coisinhas ai, o que fez crescer essa praga chamada poser. Enfim, não sei se gosto que Beatles esteja "na moda".

Ah, e o post é ótimo, Matheus, vou acompanhar o blog. :)

Anônimo disse...

esse TDiego oliver nao sabe mesmo de musica, os beatles sim foram os criadores do heavy metal, Helter Skelter, primeira musica heavy metal a ser adorada... é de 1973 led zeppelin 1968 (um ano após sair helter skelter) entao te digo que nunca vi filho nascer antes do pai....saiba oq fala antes de comentar sobre influencias e sobre beatles

Anônimo disse...

ac/dc 1973*

Anônimo disse...

nem sei pq tem esses miki e diego ai poser de rock no minimo,isso eh moda, idiotas q nao sabe o q falar, quer falar sem argumentos, bandas de heavy vieram APÓS o heavy metal dos beatles e o formato 2 guitarras 1 baixo e 1 batera feita por eles, pode ser metallica os "idolos do heavy metal" pq beatles nao sao heavy, são ROCK, mas nao me fala q metallica iron maiden ac/dc q vcs ouvem pela primeira vez em guitar hero são os criadores inventores magicos e q beatles é ruim, rockeiro q é rockeiro curte beatles, curte A HISTÓRIA DELES e vcs nem pra isso servem, pesquisar a história da melhor banda que ja existiu na humanidade, então não falem em nome dos rockeiros "muitos rockeiros nao gostam de beatles" q tu nao conhece todos....e se falar q a minoria de seus amigos q nao gostam contra um mundo de rockeiros que gostam...

Anônimo disse...

QM É FODA MESMO É PINK FLOYD!!
MAS THE BEATLES TBM É MAGICO, VIVA O MUNDO PSICODÉLICO, VIVA O LSD!!

Anônimo disse...

Oi. Tenho 19 anos e sou muito fã dessa banda incrível. São ótimos músicos sim pois com os poucos recursos da época conseguiram fazer algo diferente. O que me chama a atenção é a criatividade deles. Eu não consigo pensar em uma banda mais criativa, nem em um álbum mais rico como Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band. Acho que eles contribuíram e muito pra o cenário músical da época e é difícil não ouvirmos uma banda de rock e encontrarmos um pouco de beatles nela, nem que seja um sutil detalhe, mas os Beatles estão lá. Acho que não foi a intenção do autor do post colocar a banda como a melhor de todas, ou a mais influente, ou bla bla bla, pois pensar assim dos beatles ou de qualquer banda é ouro senso comum. Agora, analisando o trabalho dos Beatles com criticidade, deixando de lado todo preconceito e principalmente o favoritismo por uma banda o outra,chega-se a conclusão de que os Beatles foram e ainda são influencia para o rock e merecem sim a nossa babação de ovo. Quem não for capaz de enxergar desta forma, deve pelo menos respeitar o quarteto de Liverpool, garotos que marcam uma década e ainda hoje continuam encantando.

Anônimo disse...

Garotas adoram caras que curtem beatles. Garalmente são inteligentes e cultos.Vai por mim ;)

Ps: Garotas como eu, bonitas, inteligentes, que estudam em universidade pública. Piriguetes com herpes preferem os manos, ou aqueles roqueiros com aparência imunda.

Amanda Mello disse...

The Beatles é vida!

Anônimo disse...

Não existe uma única explicação para a eternidade e importância da banda The Beatles. Genialidade, pioneirismo, conjuntura histórica, carisma,... Uma coisa é certa, para gostar de Beatles, é preciso entender de MÚSICA, e para isto é preciso entender o que é ARTE, e para tal é preciso entender além do SENSO COMUM. Em outras palavras: GOSTAR DE BEATLES NÃO É UMA QUESTÃO DE QUERER, MAS SIM DE MERECER.

Anônimo disse...

Um cara ai disse que não colocaria os Beatles entre 10 melhores Bandas de todos os tempos. Dei muita risada dele.
Ozzy Osbourne do Black Sabbah fala sobre Os Beatles
“Sinto-me muito privilegiado por estar neste planeta quando os Beatles surgiram”, confessa Ozzy. “Eles são e para sempre serão a maior banda do mundo.
mais uma do Ozzy Osborne:
. “She Loves You” 1963
“Esta foi a que me pegou. Eu era um garoto de 14 anos e tinha um rádio transistor azul. Ouvi ‘She Loves You’, e fiquei de queixo caído. Era como se você conhecesse todas as cores do mundo e alguém aparecesse com uma cor totalmente nova e você ficasse tipo: ‘Puta que pariu, cara’.”
O Nick Mason baterista do Pink Floyd disse:
Eles eram como figuras divinas para nós. Foram extremamente gentis quando nos encontramos, mas estavam em um espaço diferente do nosso, algo inalcançável”